DEUS NÃO TEM PARA ONDE IR

 

 

Por: Pr Armando Taranto Neto

Este foi o título de um livro que vi, de relance, quando fazia minha caminhada matinal. É também neste momento que aproveito para fazer minhas reflexões devocionais. Quando em casa, curioso, apressei-me em pesquisar a respeito da dita obra. Foi então que descobri que se tratava de um texto referente a Filosofia Espiritualista. Não querendo fazer alusão ao assunto do livro, mas sim ao seu título, confesso que este me deixou desconcertado.
Com meus botões e o Espírito Santo de Deus, comecei a divagar e cheguei a uma conclusão: Sabe que Deus realmente não tem para onde ir?
Para onde iria o Senhor a não ser o coração do homem. A maior manifestação de amor foi exatamente escolher habitar em Sua coroa da criação.
Podemos ler na Palavra de Deus que a infinitude do universo não pode contê-lo, como diz IRs 8.27:
“Mas será possível que Deus habite na terra? Os céus, mesmo os mais altos céus, não podem conter-te. Muito menos este templo que construí!”; e o planeta terra o banquinho onde o Eterno repousa seus pés, como registrado em Is 66.1:
“Assim diz o Senhor: “O céu é o meu trono, e a terra, o estrado dos meus pés. Que espécie de casa vocês me edificarão? É este o meu lugar de descanso?”

A quem se manifestaria o Grande Deus? Quem poderia engrandece-lo racionalmente?
Podemos contemplar Sua multiforme capacidade de variação e criatividade simplesmente observando a natureza com suas cores, força, diversidade, perfume, sabores, etc.
Percebemos a paixão de Deus pelo homem quando no Éden visitava Adão diariamente na viração do dia. Infelizmente o primeiro homem não foi fiel e pecou, sendo expulso da presença do Criador. Entretanto o tempo passa e Adonai não desiste, determina a Moisés que construa um lugar, um Tabernáculo, para que Ele, diferentemente do Éden, não visite somente o povo, mas habite no meio deles. Não foi suficiente, o Pai radicaliza, se faz Homem, o Emanuel, e habita como um de nós cheio de Graça e Verdade.
Ele cumpre Sua missão, o Cristo encarnado tão poderoso é que foi capaz de “morrer”, contudo as entranhas da terra não puderam aprisionar o Filho de Deus e ao terceiro dia Ele ressuscita. Seria este o fim desta história de amor? Não! Contrariando o autor do livro supra citado o Senhor mostra que está decidido para onde ir, Ele tem um objetivo único agora, e é para lá que Ele vai.
Paulo, o Apóstolo, nos mostra categoricamente para onde Deus resolveu ir em Gl 2.20:
“Fui crucificado juntamente com Cristo. E, desse modo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. E essa nova vida que agora vivo no corpo, vivo-a exclusivamente pela fé no Filho de Deus, que me amou e se sacrificou por mim.”
Deus escolheu morar em nós. Naqueles que resolveram romper com o pecado e com suas paixões . Não há mais barreiras para nos relacionarmos com Ele, pois estamos entranhados, envolvidos, absorvidos, preenchidos e escondidos n’Ele.
Bem, Deus decidiu há muito tempo para onde ir.
A pergunta é: “- Para onde iremos nós?”
A resposta: Para Jesus Cristo, pois só Ele tem Palavras de Vida Eterna e quer habitar em nosso ser.

Comentários   

 
0 #1 Guest 08-08-2016 09:51
Muito profundo essa mensagem, é para cada um de nós refletir, pois Deus procura os verdadeiros adoradores para Ele fazer morada.
Parabéns meu amado irmão Pastor Armando Taranto.
Citar
 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar